Linha de Crédito Encerrada desde 21 de maio de 2010.

A Linha de Crédito PME INVESTE V foi protocolada com a Banca em março de 2010, com uma dotação global de 750 milhões de euros, dos quais 500 milhões de euros se destinaram à Linha “Geral” e 250 milhões de euros às Micro e Pequenas Empresas (“MPE”).

Plafond

500 milhões de euros.

Beneficiários

Preferencialmente PME portuguesas sediadas em território nacional.

Operações de financiamento (empréstimos de m/l prazo e locação financeira imobiliária e de equipamentos)

Investimento novo em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos;
Reforço do fundo de maneio ou dos capitais permanentes;
Até 30% do empréstimo para liquidar dívidas contraídas junto do sistema financeiro nos 3 meses anteriores à contratação da operação e destinadas, exclusivamente, à regularização de dívidas à Administração Fiscal e Segurança Social.

Valor máximo do financiamento

1 milhão de euros (1,5 milhões de euros, se PME Líder).

Prazo máximo

6 anos.

Garantia Mútua

Garantia autónoma de até 50% sobre o valor de cada financiamento (majorada para 65% no caso de operações realizadas por empresas que não tenham beneficiado de qualquer operação no âmbito das anteriores Linhas de Crédito PME INVESTE).

Bonificações

Bonificação do spread aplicável pelo Banco a cada operação deduzido da taxa de 1,75%;
Bonificação integral da comissão de garantia.

Encargos a suportar pelos beneficiários

Juros calculados à taxa Euribor a 3 meses acrescida de 1,75%, com o limite mínimo de 1,5%;
Comissão de garantia: não representa encargo para os beneficiários.

Plafond

250 milhões de euros.

Beneficiários

Micro e Pequenas Empresas portuguesas, (certificadas com a Declaração Eletrónica emitida pelo IAPMEI), sedeadas em território continental e com volume de negócios inferior a 10 milhões de euros.

Operações de financiamento (empréstimos de m/l prazo e locação financeira)

Investimento novo em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos;
Reforço do fundo de maneio ou dos capitais permanentes;
Até 30% do empréstimo para liquidar dívidas contraídas junto do sistema financeiro nos 3 meses anteriores à contratação da operação e destinadas, exclusivamente, à regularização de dívidas à Administração Fiscal e Segurança Social.

Valor máximo do financiamento

25 mil euros se for Micro / 50 mil euros se for Pequena Empresa.

Prazo máximo

4 anos.

Garantia Mútua

Garantia autónoma de até 75% sobre o valor do capital em divida.

Bonificações

Bonificação do spread aplicável pelo Banco a cada operação deduzido da taxa de 0,75%;
Bonificação integral da comissão de garantia.

Encargos a suportar pelos beneficiários

Juros calculados à taxa Euribor a 3 meses acrescida de 0,75, com o limite mínimo de 1,5%;
Comissão de garantia: não representa encargo para os beneficiários.

Em quaisquer uma das Linhas não são enquadráveis empresas com incidentes não justificados junto da Banca e SGM, com dividas à Administração Fiscal e à Segurança Social e em situação económica difícil.

Para mais informações consulte o Documento de Divulgação.

Partilhar: