Linha para Apoio à Revitalização Empresarial, tem como objetivo promover o acesso ao crédito a empresas que, tendo visto aprovado com sucesso em termos económicos, um processo de revitalização sobre a forma de SIREVE ou PER, ou um processo de reestruturação com mediação do Mediador de Crédito, necessitem de financiar o fundo de maneio e o investimento associado a novos ciclos de expansão e crescimento.

Em vigor desde 27 de abril de 2015, a Linha tem uma dotação global de 50 milhões de euros e duas Linhas Específicas:

Linha Especifica “Médio Prazo” no valor de 20 milhões de euros;

Linha Especifica “Curto Prazo” no valor de 30 milhões de euros;

Linha “Curto Prazo”

Operações destinadas exclusivamente ao financiamento das necessidades de tesouraria, com um prazo máximo de 1 ano.

Linha “Médio Prazo”

Operações com um prazo máximo de 4 anos e 6 meses de carência destinadas a investimento novo em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos (a realizar no prazo de 12 meses após a data da contratação), ou ao reforço do fundo de maneio ou dos capitais permanentes;

Excecionalmente, até 30% da operação poderá ser utilizada para liquidar dívidas contraídas junto do sistema financeiro nos 3 meses anteriores à data da sua contratação destinadas, exclusivamente, à regularização de dívidas em atraso à Administração Fiscal e Segurança Social.

As operações de crédito a celebrar no âmbito da presente Linha beneficiam de uma garantia autónoma à primeira solicitação, prestada pelas Sociedades de Garantia Mútua, destinada a garantir até 75% do capital em divida em cada momento.

Bonificação integral da comissão de garantia mútua, correspondente a 1,875%.

A negociar entre as empresas e o Banco, com o limite máximo correspondente à taxa Euribor (6 meses) acrescida de um spread de 4.45%

Para mais informações consulte o Documento de Divulgação

Partilhar: